Internet: descubra se seu provedor faz traffic shaping e veja como evitar isso!


Veja como fazer para evitar que seu provedor limite seu download nas redes Bittorrent, Emule e outras.

bloqueio internet Internet: descubra se seu provedor faz traffic shaping e veja como evitar isso!

Quem assina um pacote de banda larga ou de Internet 4g hoje em dia de mais de 5MB com certeza está de olho em downloads rápidos, baixar vídeos com facilidade ou enviá-los rapidamente. Afinal, se quisesse apenas navegar e ler emails , um plano de 1MB já seria mais do que suficiente. Porém, não é assim que pensam os provedores. Eles querem que você pague aquele super plano, mas não use até o seu máximo, para que possam eles vender 10 planos usando a estrutura que 1 gastaria. Uma das maneiras mais sórdidas de fazer com que isto ocorra é através da prática do traffic shaping. Mas afinal, do que se trata?

O conceito de traffic shaping

O traffic shaping nada mais é do que “a priorização do tráfego de dados a fim de otimizar o uso da largura de banda disponível”, principalmente após a popularização do VoIP, adotada pelas empresas de telefonia bloqueando ou diminuindo o tráfego de dados deste com prejuízo da qualidade. Também é adotada para serviços que usam grande largura de banda, como P2P e FTP. Como você é muito inteligente, já deu para perceber o que significa, não? Pois bem. Primeiramente, devemos descobrir se seu provedor realmente faz traffic shaping. Neste site aqui é possível testar se seu provedor faz o dito-cujo. O teste leva apenas 4 minutos para ser realizado, é de fácil manuseio e sem burocracias.

Como evitar

Agora que você já sabe se seu provedor o faz, chegou a hora de aprender como evitá-lo. Existem 3 passos simples que você pode fazer:

1. Reclame com o suporte

Provavelmente o seu provedor negará a prática até a morte, mas antes de testar as outras opções, ligue para o seu fornecedor de Internet e reclame bastante. Ameace-os, dizendo que esses limites de velocidade não estão previstos no contrato, que você exige que eles sigam o que está escrito. É difícil resolver, mas pode funcionar, ou podem pelo menos liberar para você parar de encher o saco deles por um tempo.

2. Ative a encriptação no seu cliente de Emule/BitTorrent

Uma boa forma de evitar o traffic shaping é encriptar os dados que você baixa via seu cliente de BitTorrent. Esse método já foi 100% eficiente, mas ultimamente as empresas estão investindo bastante em softwares poderosos para aplicar o traffic shaping mesmo em conexões encriptadas. Então, não há garantia que isso irá funcionar perfeitamente no seu caso. Mas ainda assim vale a pela testar, pois ainda é bastante eficiente. veja abaixo como aplicar a encriptação no uTorrent, que atualmente é o melhor cliente de bittorrent existente.


uTorrent

traffic shaping Internet: descubra se seu provedor faz traffic shaping e veja como evitar isso!

Vá no menu “Option -> Preferences”

Na janela que abrir clique em “Bittorrent” na coluna da esquerda.

Na opção “Outgoing” há três opções: “Disabled” (que desativa a encriptação) “Enabled” e “Forced”, além da opção “Allow legacy incoming connections”.

Escolha “Enabled” e marque “Allow legacy incoming connections”.

Caso sua velocidade continue lenta, desmarque “Allow legacy incoming connections”.

Caso ela continue lenta, escolha “forced”. Isso deve aplicar a encriptação máxima e evitar o traffic shaping.

Emule

emule Internet: descubra se seu provedor faz traffic shaping e veja como evitar isso!Tempos atrás era necessário fazer longas e complicadas configurações, mas agora o próprio Emule oficial já conta com uma criptografia melhor e mais eficiente, que não consome tanto recurso da sua máquina e não traz prejuízos à rede. Ele na verdade não criptografa sua conexão. Ele faz com que a sua operadora de banda larga pense que você está fazendo um simples download em um lugar qualquer da Internet e dessa forma sem necessidade de bloqueio. Para isso basta atualizar seu Emule baixando a ultima versão aqui.

3. Use um serviço de transferência de dados anônimo

Essa é uma medida extremamente eficiente, porém há um problema. Não é de graça. Há diversas soluções de VPN para realizar conexões anônimas e burlar o traffic shaping. Se você for no Google e procurar por “anonymous VPN” você encontrará várias empresas que fornecem esse serviço. O preço para o usuário doméstico varia de $5 a $30. Porém, se você não tiver muita experiência com computadores, eu recomendaria o serviço do GoTrusted. Além de oferecer um período de testes e 7 dias grátis, ele é barato e mais fácil de configurar.

Se você acha que vale a pena pagar esse extra para ter todo o potencial de sua conexão liberado em conexões P2P, é uma boa opção.

O futuro

Se você espera que órgãos de regulamentação como a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), corram atrás do traffic shaping, em curto prazo, é bom não criar muitas expectativas. Ainda assim, há novidades tecnológicas que podem facilitar nos próximos anos o uso de aplicações torrent.

Uma nova tecnologia P2P, chamada de P4P, pode facilitar a vida tanto de provedores como dos que usam clientes torrent. A nova tecnologia pode melhorar em até 600% a velocidade de download simultâneo facilitando a vida tanto dos provedores para gerenciar suas redes como dos usuários para baixar conteúdo mais rapidamente.

A Pando Networks, que testou a tecnologia e é membro do P4P Working Group, afirma que o protocolo envia requisições para arquivos específicos dentro da própria rede do provedor, antes de se conectar às redes de outras companhias.

Esta abordagem reduz o custo de banda ao conectar a redes de terceiros e permite que as companhias gerenciem seus protocolos com maior eficiência. Essencialmente, quanto mais perto o arquivo está, menos banda o provedor usa para baixá-lo.

E você? Já sofreu com essa prática do seu provedor? Conta aí pra gente o que você fez nos comentários.

Fonte: Virtuando.info e CCvteam

You can leave a response, or trackback from your own site.

8 Responses to “Internet: descubra se seu provedor faz traffic shaping e veja como evitar isso!”

  1. Tenho certeza que o meu provedor faz isso! Malditos sejam!

    Ótimas informações com texto claro e objetivo. Parabéns! 🙂

  2. Domingos says:

    E no caso do maldito 3G. Eles sacaneiam a gente de todo jeito. Quando o contrato é novo, tuuuudo bem! mas conforme o tempo passa eles vão diminuindo, diminuindo, até que um belo dia voce tem um ataque cardíaco e morre!

  3. denial says:

    Com certeza é uma baia sacanagem isso. Muito boa matéria, amigo. Parabéns!

  4. OCanceriano says:

    O meu faz, eu já sei por causa que eu liguei e pedi a abertura de uma porta para e-mule, ainda o pior de tudo é que eles se recusam a fazer isso, o serviço é ótimo, tenho rapidez e tudo, mas o que eu mais precisava quando contratei eles nao puderam fazer, merda de provedor.

  5. Rainor says:

    E eu me ferrei com a GVT 15 mb. Traffic Shaping violento, nem consigo mais baixar meus arquivos. Tenho ódio mortal da GVT.

  6. Greg says:

    Obrigadoo o meu resolveu com a questão de forçar a criptografia… usando o BitComet

  7. zenir campos reis says:

    não vejo solução. cancelar o contato, mudar o provedor?

  8. Jean says:

    O jeito é usar das mesma arma que os provedores usam! A pilantragem!

Quer deixar seu comentário?

What is 14 + 11 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?