Sites de compras coletivas: entenda por que eles vão afundar


A cada dia surgem novos sites deste modelo. Mas a bolha deve estourar em breve.
compras coletivas
Desde o fim de 2010 pipocam na rede sites seguindo o modelo de compra coletiva, na onda de pioneiros como GroupOn, ClickOn e Peixe Urbano. Já surgiram por aí o Clique Urbano, o Panda Urbano e até o Peixereca. Recentemente até o Google resolveu entrar na dança. Mas será que há mercado pra todo mundo? Duvido muito.

Seguindo um modelo que teve sucesso no mundo todo, no Brasil a ideia não tem sido tão bem implementada assim. O que mais se vê por aí são empresas aumentando o preço em 40% e fingindo que estão dando um desconto de 50% quando, na verdade, não passa de 10%. Some-se a isso ofertas que quase sempre induzem o consumidor ao erro (pra não dizer que beiram a propaganda enganosa). Recentemente, vi em um desses sites uma promoção de cachorro quente + petit gateau, mas o sorvete era cobrado a parte! E isso muito mal informado em letrinhas miúdas no site (parece piada mas é sério). Até o momento que vi, 700 pessoas haviam comprado a promoção. Agora, imaginem 700 pessoas fulas da vida com essa promoção do estabelecimento.


Mas existem outros motivos que fazem com que esses sites não tenham uma previsão de vida muito longa:

Falta de planejamento

Como qualquer empresa um site de compras coletivas não pode pular o plano de negócios, o planejamento estratégico e o desenvolvimento/comunicação da marca, mas a maioria não sabe o que fazer daqui a 1 ano.
Marca x Compra por impulso

Como o segmento ainda é uma novidade não existe fidelização entre consumidores e marcas de compra coletiva. O motivador de compra ainda é o impulso, ja que o desconto que esses sites oferecem nunca são vistos fora dali. Com o tempo, o consumidor pode simplesmente enjoar disso. Após a novidade e amadurecimento desse segmento, as marcas começarão a ganhar espaço na escolha dos consumidores, mas se os sites forem esperar chegar esse momento para investir na marca, já poderá ser tarde.

Layouts iguais

A grande maioria dos layouts de sites de compra coletiva são iguais sem nenhuma tentativa de inovação. Infelizmente, esse é o perfil do empreendedor digital brasileiro, um importador de receitas americanas. Apenas um copiador.

Busca somente por faturamento

Na maioria dos sites não existe um número máximo de vendas levando, muitas vezes, a um número de vendas fora do planejado, o que traz para os anunciantes um problema de logística para conseguir atender a todos os clientes.

Reclame Aqui

O Reclame Aqui, site que atende a reclamações de usuários, está lotado de reclamações de consumidores que compram serviços e produtos em sites de compra coletiva. Até o dia 26 de novembro, três sites de compra coletiva tinham, juntos, 1599 reclamações de clientes.

Segundo a maioria dos consumidores, o problema começa na hora de comprar, pois a maioria desses sites não tem infraestrutura para suportar o grande número de usuários comprando simultaneamente. Muito menos recursos humanos suficientes para atender aos usuários, tanto por e-mail quanto por telefone. Se algo realmente não for feito logo, a tendência é que a maioria destes sites naufrague tão rapidamente quanto surgiram.

E você? Concorda? Ou acha que eles vieram pra ficar?

Almy Fróes
[email protected]

Referências: Izanagi & Gizmodo

You can leave a response, or trackback from your own site.

81 Responses to “Sites de compras coletivas: entenda por que eles vão afundar”

  1. Gerson says:

    Almy Fróes descordo de você… Na verdade o que eu acredito que vai acontecer é uma seletiva, como sempre existe na web. Os que pensaram mais a frente certamente permaneceram, existem muito que foram criados por gente especializada em midia conhece o mercado, sabe que igualdade, falta de estrutura levaram para o buraco… O diferencial vai fazer a diferença. Agora concordo com você sobre o fato de muitos estarem fazendo propaganda enganosa, esses certamente deveriam se acionados pelo procon e sair de cena.

    • Glenn Hummes says:

      O cara já começou o discurso com um “descordo”… ignorável e ignorante. Passo!

    • Carlos Brasil says:

      Gerson. PELO AMOR DE DEUS !!! Aprenda o portugues pelo menos o minimo. Impossivel seguir teu raciocinio. E sobre os sites de compra coletiva, creio que os mesmos durarao muito tempo ainda. Concordo que alguns comerciantes aumentam o preco e dao um pequeno desconto, mas cabe ao consumidor, antes de realizar a compra, pesquisar o valor pela propria internet em alguns minutos e avaliar se vale a pena realizar a compra.

    • remig says:

      “O diferencial vai fazer a diferença”… DEMAIS !!! ORIGINAL !!!!

  2. […] This post was mentioned on Twitter by Angelo Delcaro Jr, almy froes. almy froes said: Sites de compras coletivas: entenda por que eles vão afundar – http://goo.gl/VHDUY via @naoacreditoblog […]

  3. Rodrigo says:

    Sites de compra coletiva, não é somente uma nova onda no mercado, é um novo modelo de comprar serviços online, pense nisso!

    Muito mais facil esse blog afundar do que os sites de compra coletiva…

    • Claudinei says:

      Alguns preferem criticar erros de escrita de leitores do Blog, do que o assunto do Blog. Isso sim é perder tempo. Na minha opinião quem faz um Blog com uma pergunta desta, está no mínimo pensando em montar um site de compra coletiva, e está com um baita medo de fracassar. Saia do armário. Se uma receita esta dando certo para alguns, basta seguir a mesma fórmula e raciocínio e dará certo para vc também. Vc não precisa nem inventar a roda mais. Tem um monte de gente que batalha pra ter a carteira de trabalho registrada e depois de 35 longos anos de trabalho se aposentar e ganhar uns R$ 800,00 mais ou menos de aposentadoria. Eu estou batalhando para cadastrar uma oferta no meu site por R$ 300,00 que se for vendido para 500 pessoas, dará um total de 300 x 500 = 150.000,00. E para o meu site sobrará R$ 75.000,00 em apenas 72 horas de apenas 1 oferta. É pouco para vcs. Batalhem. Não deêm ouvidos aos pessimistas.

      • Jonas says:

        Detalhe o rapaz disse que ira fazer uma oferta de 300 reais, ira vender 500 e lucrar 75mil. Ele só esqueceu de calcular o custo disso, ou seja, o site de compra coletiva cobra 50% de toda venda feita, então o tal lucro já seria de 37,500, abatendo o custo tambem do produto comprado para vender, mais a mão de obra para organizar a oferta, a venda e a entrega, com certeza ele pagara e ñ lucrara. Estes sites foram feitos para divulgar e difundir a marca ou produto a um custo menor do que uma publicação em revista ou jornal, por exemplo. Não foi feito para lucrar.

      • Gabriela says:

        Claudinei, gostei da sua resposta. Eu estou batalhando para montar um site de compras coletivas aqui em Santos. Será que você poderia me dar umas dicas? Se sim, muito obrigada. Se não, boa sorte com o seu!! Um abraço.

  4. Diogo says:

    Almy, Concordo com o Gerson, entendo que somente terá espaço sites e sistemas que preservem os ideiais de atendimento a cliente. Entendo que irão ter sobre vida os sites regionalizados que conseguem dar um atendimento diferenciado a quem compra e quem anuncia. Há tanto decontentamento que encontrei um site chamado, http://www.reclamecoletivo.com.br e outros exclusivos para reclamacao das proprias empresas de compras coletivas. Sendo assim, o poder do consumidor irá filtrar todos os sites deixando somente aqueles com potencial honesto e justo.

  5. Admin says:

    Pelo jeito algum proprietario de site de compra coletiva nao leu o texto e ja partiu pra agressão. huehuehuehu
    Amigo o texto nao esta dizendo em nenhum momento para o consumidor nao comprar em sites de compras coletivas,só estou listando os problemas que ocorrem, e como no final,90% desses sites vão acabar ,já que precisam vender para se sustentar, e com tanta concorrencia só vai sobrar que realmente souber planejar seu futuro e nao apenas ter aberto o site por que “esta na moda”.

  6. Fernandão says:

    Mais uma modinha idiota para enganar trouxas que acham que só existe vida estando ‘na moda’. Vida curta para estes espertalhões.

  7. Marden Cardoso says:

    MUITO MAL EDUCADO E GROSSO ESSE COLETIVA STW

  8. ellen says:

    e verdade, se os lojistas fizerem suas proprias vendas coletivas acabou os atravessadores dos grupons etc, que nem tem ja uma loja de esporte que lancou uma diferente, eles utilizam um sistema de compra coletiva para fazer de area de promoção da loja , eu achei 100% por que nunca vi loja nenhuma pensar nisso, em sua propria compra coletiva , o endereço e: http://www.globosportpvh.com depois de entrar va no baner promoção ate 70% de desconto , la ta um sistema de compra coletiva, isso porque e loja la no norte do brasil ein, ta na crista da onde na frente do resto ae do brasil nesse quesito. e com certeza o futuro sera que cada loja tera sua area de compra coletiva como eles estão sendo praticamente os pioneiros

    • GUSTAVO says:

      Que merda de site de venda é esse? Se o futuro for essa bosta aí espero que o mundo acabe em 2012 mesmo.. e ainda vem pagar de pioneiro… esse globosportpvh.com é uma piada, né?

  9. liliam says:

    conheço uma anunciante que ficou a ver navios: tinha uma promoção toda planejada para o período de férias mas que simplesmente não foi divulgada, apesar de prometerem durante as negociações que em menos de 10 dias aconteceria o lançamento. já outro anunciante me contou que sua idéia agora é ele mesmo enviar emails aos clientes oferecendo novas promoções, já que a margem de lucro junto a esses sites de compra coletiva é pequena, não valendo a pena repetir o investimento.

  10. eu says:

    Opinião equivocada ao extremo.

    Quem for bom continua no mercado, quem for picareta sai. veja se peixe urbano e grupon tem reclamacoes?

  11. Glenn Hummes says:

    Mal educada, hein? Se você gosta que aumentem o preço em 40% e dêem desconto de 40%, na realidade, mané, tu vai pagar só 10% a menos… basta ser um pouco inteligente (o que, pelo seu post, demonstrou que não é) para perceber que compras coletivas são uma furada, começando por este ponto.

  12. Priscilla says:

    Decolar junto com o verão! Aproveitando a onda das compras coletivas…acredito que ainda irá levar um bom tempo pra bolha estourar…e enquanto isso não acontece, vamos aproveitando as oportunidades!

    Com a temporada de praias acabando, as promoções estão ficando cada vez mais tentadoras e essa é a hora de aproveitar as ofertas, principalmente dos sites de compras coletivas especializados. A maioria das ofertas não inclui o carnaval, que é mais procurado e mais caro. Eu prefiro mesmo aproveitar os dias mais tranquilos do que viajar no trânsito e no tumulto do carnaval.

    Minhas dicas pras ofertas de fim de verão!

    http://www.hotelurbano.com.br (ofertas de hotel ou pousadas)
    http://www.mundi.com.br (buscador de viagem)
    viajeaqui.abril.com.br(guia 4 rodas)

    Bjs Pri.

  13. fantasma do lula says:

    esses sites de compra coletiva são os verdadeiros pega trouxa…FATO!!!

  14. Fica a dica do site http://www.ouvidoriacoletiva.com.br que reune experiências de usuários de sites de Compras Coletivas de todo o Brasil, sejam elas boas ou ruins.
    Com pouco mais de 1 mês de existência o Ouvidoria Coletiva já reune mais de 100 relatos de diversos sites de compras coletivas. Os usuários cadastram seu relato e recebem apoio do site para reivindicar possíveis problemas com o uso dos cupons de desconto.
    Vários sites de compras coletivas e estabelecimentos já estão acessando o site e atendendo às reclamações dos usuários.

  15. Marcio says:

    Independente se afundará ou não, eu que possuo o meu próprio site e uma gama de clientes, estou me fartando de ganhar dinheiro. Muita coisa pode mudar no mercado, os conceitos de compras coletivas inclusive. E enquanto houver clientes, haverá dinheiro, o que deve ser feito é explorar o potencial do seu negócio e acompanhar o crescimento da web. Público não falta, basta saber sem um bom empreendedor e saber identificar as oportunidades, afinal, as ideias podem surgir naturalmente qdo você está engajado no negócio.

  16. Leitora says:

    Almy,

    Concordo plenamente com você.

    Estas empresas de “Compra Coletiva”, se tornou picaretagem, perdendo o sentido do que realmente é a compra coletiva, resumindo: banalizaram um negócio que poderia ser rentável para todos, tanto para a empresa como consumidor.

    Vejo seguidamente ofertas o dobro do valor com 60% de desconto. Um absurdo!
    Isso tudo porque elas cobram 30% de comissão. Inacreditável!!

    Trabalho com Marketing e hoje as empresas que trabalho começaram adicionar no seu próprio site um link, onde é feito as “Compra Coletiva”.

    Compra Coletiva é um bom negócio, mas não da forma que está sendo feita.

    Abraços

  17. Gabriela says:

    Olha o mais pratico pra mim é a REDE DO BAIRRO, pq se afundar pelo menos eu tenho os descontos perto de casa!

  18. Não Importa dos Santos says:

    Quanta bobagem neste blog!!?? Consultem um especialista sobre o assunto ao invés de escreverem merda! Meu Deus…. O dito blogueiro está pescando visitas para o seu site justamente APROVEITANDO a onda dos sites de compras coletivas… Cara de pau!!! Ainda escreve um monte de merda!

  19. Thiago says:

    Vale lembrar que o conceito da compra com cupom de desconto já é utilizado com muito sucesso em outros países, principalmente nos EUA, onde começou como cupons distribuídos em cartelas (papel).
    Ademais, o objetivo de quem anuncia nos bons sites de compra coletiva não é faturar em cima das vendas, e sim, trazer uma quantidade de clientes para dentro de seu estabelecimento e apresentar seus produtos e forma de trabalho.
    Inclusive, diversos anunciantes vendem seus produtos com prejuízo. Vejamos um exemplo:
    Tenho uma lanchonete e meu custo pelo X-tudo é de R$ 5,00. Supondo que anuncie este lanche no site de compra coletiva por R$ 4,00 (prejuízo de R$ 1,00 por lanche) e venda 500 cupons (prejuízo de R$ 500,00). Contudo, trouxe 500 pessoas para dentro da minha lanchonete. Se eu tivesse investido em um outdoor, por exemplo, ( uns R$ 3.000,00) ele levaria 500 pessoas a conhecer pessoalmente meu produto e estabelecimento??? Certamente não.
    O importante nisso tudo é que não adianta trazer 500 potenciais clientes para dentro de minha lanchonete se eu não puder apresentar o produto de forma satisfatória, pois, desta forma, o efeito será exatamente o oposto do pretendido.
    Ou seja, o site de compra coletiva tem um cunho essencialmente publicitário, onde o anunciante disponibiliza seu produto por valor abaixo do custo como forma de atrair o potencial cliente para dentro de seu estabelecimento e fidelizar.

    • Rogerio says:

      Ai está o verdadeiro parceiro dos sites de compras coletivas.
      Entendam que o site não é para dar desconto aos clientes. Ele inicia-se com a divulgação do estabelecimento (principal interessado no negócio). Ao invés de investir em outdoor, que mostrará algo bonito, ele dá desconto diretamente ao seu produto/serviço, trazendo o cliente para perto, para atendimento, e com custo reduzido e postecipado. Em outras mídias, a empresa paga a publicidade antecipada, e aguarda o retorno. No site de compra coletiva, a empresa recebe o dinheiro das vendas, e posteriormente, entrega seu produto/serviço. Vejam a diferença de investimentos em publicidade, e a quantidade de pessoas atingidas. Sabendo que nacionalmente, não haverá condições de atingirem todos os locais, é que nos motivou a lançar nosso site regional. Pensem nisso!!!

    • GUSTAVO says:

      Concordo demais… comentário excelente,
      inclusive estou essa semana abrindo um projeto que é justamente ao contrário… apresentar o preço e convencer o comerciante que aquele atendimento com o cupom tem que ser o melhor que a empresa já realizou…

      mas o que tá acontecendo é salão de beleza fudido com 2 cadeiras anunciar corte + hidratação em compra coletiva, emitir 400 cupons e cortar o cabelo mais ou menos, aplicar um creminho e fazer a cliente que foi lá conhecer sair puta da vida.

      e no fim não consegue atender todos os 400 e o que temos é anti-publicidade!

  20. Giselle says:

    Eu discordo plenamente.Por detrás de grandes sites existem executivos e investimentos milionários.
    Nada é feito sem planejamento.

    Pelo que pude perceber sua opinião é bem superficial e não fundamentada em nenhum dado específico.

    Reclamações no Reclame aqui tem de todos os seguimentos empresariais, não é um fenômeno específico em relação á sites de compras coletivas.

    Evidentemente , como em todo ramo, vc tem bons e maus empresários.Não se pode pegar um parte pelo todo.

    E ao contrário do que foi dito, as ofertas não são vendidas de acordo com a demanda e sim de acordo com o que o proprietário do estabelecimento estipula.

    se ele acaba não calculando a capacidade de damanda que ele tem, então isso é responsabilidade total e exclusiva DELE e não do site de compra coletiva.

  21. ANARC says:

    RECLAMEAQUI TEM CENSURA!!!!!!!!!!!!!

  22. Christoph says:

    Bom dia Almy,

    Não sou brasileiro então desculpa-me pelo meu português.

    Parabéns pelo artigo. Eu concorado com você em varios puntos.

    Já vi varias ofertas ruins também. Tipo uma assinatura de 24 meses para 9,99 no mês. O site deu desconto de 90% para a primeira mensalidade e também anounciou a oferta com 90% de desconto. Mas enfim claro que não são 90%. Se o preço normal é R$ 240 no total e com desconto R$ 231 o desconto na verdade fica menos que 4%.

    Também tem que lembrar que os numeros dos bares, restaurantes, salões de beleza… numa cidade são limitados. Até numa cidade como Curitiba ou ainda São Paulo.

    Os donos vão querer participar nos melhores sites para ter uma venda rasoavel. Já vi varias ofertas boas nos sites pequenos que tinham poucos compradores. Ainda eu acho que agora tem espaço no mercado para sites pequenos, porque a demanda é grande e as vezes os donos tem que esperar alguns meses para participar nos sites populares e assim eles vão tentar num site mais pequeno para partizipar mais rapido.

    Mas essa demanda não vai ficar grande assim e os sites pequenos vão ter problemas para achar novas participantes. Mas assim não acho que eles vão fechar. Tem que lembara que muitos sites não tem custo. São “One Man Shows” que não tem funcionarios.

    Isso é o problema também. A barreira para entrar neste mercado é pequena. Já faz tempo que tem sites de compras coletivas pronto ou como plugin para Drupal. Se um cara quer fazer um site assim, fica pronto em poucos dias e o custo é bem baixo também.

    Enfim estou curioso o que vai acontecer neste mercado em 2011.

    Abraços,

    Christoph
    http://www.tudododia.com.br/

  23. fabi says:

    Novo site de compras, ofertas e descontos turismo, supera de compra coletiva. Trata-se de um clube de compras de turismo.

    Concentra exclusivamente descontos em hospedagem de hotéis e pousadas.
    Sem ofertas malucas, promete orientar os estabelecimentos a oferecer ofertas reais e receber os usuários do site com qualidade e respeito.

    Já que nos sites de compra coletiva instruem de maneira incorreta os estabelecimentos, orientando os mesmos a vender muitos cupons, sem que eles suportem tal demanda.

    A proposta é limitar cupons para que o estabelecimento possa atender a demanda o mais rápido possível.

    Recomenda a parceiros promoverem novas ofertas somente após atender todos os clientes de ofertas passadas.

    Respeito e compromisso com o consumidor.

    http://www.tripdahora.com.br

    • GUSTAVO says:

      Então você vai ter trabalho amigo… pois a área de hospedagem são os mais safados, eles emitem tarifa balcão (altíssima, só usadas em altas temporadas e com tudo lotado) daí dão um descontinho de tarifa prata na comra coletiva sendo que na verdade se você ligar lá ou comprar com uma operadora você consegue a tarifa ouro, bem mais barata.

  24. jonathan says:

    vou dizer o seguinte, tem muita gente de compra coletiva ficando bravinha quando lê… deve ser o medo…

    não vejo bem como uma bolha, mais com certeza vai existir uma seleção forte, a idéia é muito boa, e realmente esta trazendo para web muita oferta de serviço, o que era raro, acho que esse ano é das compras coletivas com certeza… mas muitos vão ficar pelo caminho

  25. Luisa almeida says:

    o jeitinho brasileiro ja começou, o panda urbano vendeu cestas de chocolates da lis cestas, hj 20/04/2011 passei o dia inteiro tenteando falar no cel e tel fixo da referida empresa e ambos so caem na caixa postal, não consegui agendar minha cesta e olha que foi dado prazo até 24/04 para os compradores fazerem isso…e ai?? como fico…hj sou eu levando cano e amanhã serão o dobro ou o triplo. VERGONHA ISSO!

  26. Giselle says:

    Numa análise feita por um renomado professor num treinamento que fiz, ele contou existirem no Brasil aproximadamente 500 sites de compras coletivas.

    É demais. A imensa maioria vai naufragar SIM.

    Especialmente aqueles sites que saem anunciando coisas sem saber se seus clientes tem condições de entregar o prometido. O Código de Defesa do Consumidor já prevê a RESPONSABILIDADE SOLIDÁRIA, ou seja: toda uma cadeia econômica é responsável pela qualidade do produto ou serviço ao consumidor. Não interessa se site X ou Y apenas anunciaram – como eles se beneficiaram financeiramente desse processo estão passíveis de ressarcir os consumidores em toda ação judicial. E olha, ganhar é fácil.

    É uma responsabilidade. Sei disso pq sou prestadora de serviços, e sei que qualquer um dos meus fornecedores pode errar e EU também serei responsável pela indenização.

    E olha só, estou passando por isso como consumidora. Comprei uma oferta enganosa e o site insiste em me dar créditos quando o que quero é o ressarcimento. Não há responsabilidade, acabou o crédito com o cliente. Mais cedo ou mais tarde esse site vai ser um dos muitos que vão fechar. E se tem algum dono de site que entrou nesse boom e está mais interessado em ‘se fartar de ganhar dinheiro’ é bom ter cuidado com as parcerias que faz.

  27. Igor says:

    Vc comeu coco?

  28. wille says:

    Acho que compras coletivas é bolha pelo seguinte raciocínio:

    O que leva uma empresa a dar um desconto enorme ou um pequeno desconto e dar parte da receita para o site de compras coletivas?

    Divulgação. OK, e depois que a empresa conseguiu se tornar popular, ainda vale a pena dividir a grana com o site de compras?

    Acho que não.

    Muitas empresas entraram na onda e prestam péssimos serviços, ou seja, o que seria a vantagem pra empresa, não existe, pois o consumidor não vai gostar do serviço.

    Uma amiga que tem um salão de beleza me disse que o peixe urbano fica com 50% do valor da compra? Você confirma essa informação? Qual a porcentagem que os sites costumam cobrar?

  29. […] critério ou plano de ação. Assim como a febre dos sites de compras coletivas (que já comentei aqui), está surgindo uma febre de sites agregadores. A maioria dos sites acha que é só criar o […]

  30. isabel says:

    Há empresas que enganam, mas maioria não engana.. eu compro nessa modalidade, e alguns restaurantes que eu já conhecia eu vi cupom depois e sim estava ok.. mas vi um caso que estava fora de proporção! A ideia é prestar atenção no que compra porque brasileiro é esperto!
    Quanto ao fato de que vai acabar ou não eu acredito que nem todas sobreviverão e sim, faltou planejamento antes de criar o seguimento… Mas tempo não falta para rever e retomar ao status de inovação, veja o google por exemplo.. sempre com coisas novas! esse é o espirito! 😉

  31. birapcbira says:

    excelente matéria valeu cara!

  32. Carlos says:

    Realmente a maioria dos sites estão morrendo!!!
    Na minha opinião vão sobreviver sites com foco em um nicho.
    Dou exemplo do site do http://www.vivazonaleste.com.br
    Como moro na Zona Leste, acompanho muito ele! É um site que cresce a todo dia.

    Parabéns para matéria!

  33. agregador de compras coletivas says:

    Certamente vários sites de compras coletivas irão fechar, mas tenho certeza que o modelo de negócio de compras coletivas sempre encontrará um meio de sobreviver. Para não perder tempo procurando sites que já podem estar fechando, recomendo que utilize um agregador de compras coletivas para lista as ofertas mais relevantes. Conheça http://www.oprecocaiu.com.br

  34. Gusmind says:

    Propaganda é branding, construção de marca, agrega valor, é marketing.

    Compra coletiva é oportunidade, ação válida em situações muito pontuais.

    Sim, existem ótimas ofertas, de ótimos produtos, de empresários honestos.

    Sim, existe muita picaretagem.

    A oferta com 50% de desconto só funciona quando o consumidor acredita que o produto ou serviço realmente vale 100%.

    Compra coletiva usada como “plano de marketing” desgasta a imagem da marca, é antibiótico, crack, vicia.

    Se a marca só tem visibilidade através de compra coletiva ficará famosa por vender barato, perderá valor, charme e motivação frente ao consumidor.

    Parenteses: Como disse o carnavalesco Joãozinho Trinta, pobre gosta de luxo, quem gosta de miséria é intelectual.

    Continuando: o produto em oferta exaustivamente exposto via compra coletiva faz com que o valor da oferta se torne o preço do produto. E depois, o empresário vai dar mais 50% para continuar atraindo?

    Compra coletiva realmente fideliza: fideliza clientes que só compram ofertas. Quando o preço da coxinha, do pacote de férias no nordeste e da cueca voltam ao normal, o cliente de compra coletiva estará comendo hamburguer, voando para Buenos Aires e usando calcinha – tudo com 50% de desconto no mínimo, claro.

  35. Duncan says:

    A pergunta de 1 milhão de dólares:
    por que um empresário venderia por R$ 50 o que poderia vender por R$ 100?

    A resposta, grátis:
    Vende por R$ 50 porque que está encalhado, ou saindo de linha, etc etc

  36. Sandro says:

    E quais empresas de compra coletiva cairão primeiro, as bilionárias, ou as milionárias? Dentro ou fora do país? Rs. Post nulo, o seu.

  37. lucas says:

    Jamais! Descordo! vinhemos para ficar, somos mais um segumento de compras online. Espere e verá !

  38. Duncan says:

    Vários grupos empresariais já foram bilionários, e quebraram.

    Alguns ainda são bilionários. Algumas empresas de e-commerce serão.

    O que questiono é a durabilidade da novidade.

    Lembra do Orkut? Febre!

    E hoje? Facebook.

    E amanhã, quem será?

    Há 2 anos Bill Gates era referência, hoje é Steve Jobs.

    Você realmente acredita que será a eterna a compulsão das pessoas em compras coletivas?

    Cada vez mais o sucesso dura cada vez menos.

  39. Ana Paula says:

    Será que nestes sites de compras coletivas tem curso rapido para a LINGUA PORTUGUESA?

  40. Eduardo says:

    Vai cagar todo mundo… Anuncia quem pode e compra quem quer!!

  41. daniele says:

    Acredito que tem muitas empresas sérias em sites de compra coletiva,que acreditam na filosofia de aumentar a clientela e fazer divulgação,aqui em Brasília já comprei várias ofertas maravilhosas,no salão que eu frequento há mais de 5 anos o serviço de 250,00 foi para 49,00,e o produto era o mesmo a dona do estabelecimento já aumentou a clientela e contratou mais profissionais,quando a empresa é séria isso é uma chance de crescimento,pois o site ainda paga a metade pro estabelecimento pagar os custos da promoção,uma empresa de publicidade não faria o mesmo.Quando a empresa trabalha direitinho tudo dá certo,o problema é que tem gente que só pensa no dinheiro e esquece da proposta desses sites,Futuramente acho que os sites vão selecionar melhor essas empresas e quem vacilar vai sair fora.

  42. Hello Bird says:

    Os sites são importantes. Geram renda aumentam o comércio digital e empregam muitos pais de famílias.

  43. Rodrigo says:

    Sabe qual é?
    Eu concordo com o autor do Blog sim, 90% dos sites de compras coletivas ludbriam o comprador oferecendo “Ofertas e Descontos” diga-mos assim, “mirabolantes” imperdíveis, porém o que o consumidor não sabe é que não existe desconto nenhum. Eu mesmo pude comprovar, um site conhecido chamado azeitona preta vendendo um Ps3 com o valor normal de 1200,00 por “apenas” 899,00, desconto legal??..nãaaao…No toda oferta você encontra o mesmo produto vendido a 740,00 reais…preço normal na maioria das lojas online…

    Aí vcs vem dizer que os sites de compra coletiva não afundarão???

    Groupon, Peixe Urbano, Clickon e Cia não..

    Porém sites de compras furrecas com descontos mentirosos, Ah! Estes vão sumir em pouco tempo…palavra de escoteiro.

  44. Fabio says:

    Bem pensado mais tu acha mesmo que fazem isso para perder se ate a google entrou nessa você acha que a google não tem um planejamento são varias pessoas que conhecem o mercado que trabalhão google nunca que eles iriam investir num negocio que não tem futuro.

    Mais o que você falou tem uma certa verdade mais somos não sei quantas pessoas no mundo inteiro concertesa tem espaço para todo mundo para mim um merdinha que montou um site agregador de compras coletivas e tira menos de 2 mil por mês e para a google que vai saber quanto vai ganhar com isso.

    Imagina se as lojas de roupas, calçados, eletromesticos pensa-se como você a não vo abrir esse tipo de loja porque tem muito concorrente, então porque montou esse site tem muito concorrente, mais a palavra não e concorrente, inimigo porque todos saímos ganhando tem espaço pra todoooooo mundo na internet ou fora dela.

    Cheio de erro no texto mais num to afim de concertar…

  45. Magnus says:

    Imagine, os consumidores vão enjoar de comprar produtos com descontos super atraentes…..rsrsrsrs
    Quanto aos descontos enganosos, como eles falam quem as empresas as vezes aumentam o preço e depois dão descontos, que no caso nao passarão de 10%, isso é uma pratica antiga, que até hoje o comercio nunca parou de funcionar por causa disso, muitas lojas aumentam o valor do produto e dão descontos, por outro lado algumas lojas fecham, pq o consumidor não é mais bobo.
    Acho que com a experiencia das pessoas em comprar e se informar de certos produtos ou serviço, vj que o mercado hj ta mais competitivo.
    Entao, nao vj por esse lado, nao vj isso como um modismo….acho o sistema comprar coletiva, ela tende a se modernizarem e nao acabarem. Realmente, vão ficar só os que trabalharão serio.

  46. Emanuel Peixoto says:

    O modelo de compra coletivas cresce muito forte no Brasil, no entanto o mesmo vem sofrendo várias inovações em seu conceito original tornando o negócios mais sustentável. Bem como a segmentação por produtos ou serviços é uma ótima alternativa para o sucesso dos sites.

    Um exemplo de segmentação é o site ClubLivros: http://www.clublivros.com.br

    Este site é especializado em vendas de livros, uma boa oportunidade para montar a sua própria biblioteca.

  47. Marcos Shimizo says:

    Trabalho com desenvolvimento de website,e percebi que os script que eles usam sempre são os mesmos.
    Após dias e dias de analise reparei que estes site são iguais a do leilão de um centavo,e funciona da seguinte forma….
    Todo site tem um robozinho que controla as compras para que os anunciantes não sai perdendo nada,ex…
    Uma venda de que sempre falta um cliente significa que so faltava vc! e os outros 700 eram robozinhos do proprio sistema q faz as compras.
    veja este video http://www.youtube.com/watch?v=uQlSEDQEqus

  48. Leo says:

    Boa tarde,

    Talvez o titulo do post esta errado, o mercado da comercialização de ofertas é sustentado por um publico consumidor enorme, assim as chances de afundar são remotas.
    A própria mecânica do mercado (a mão invisível “leiam Adam Smith”) vai selecionar quem fica e quem deve falir.
    Empresas de compras coletivas e empresas anunciantes muitas vezes e na sua minoria praticam ofertas de má fé, enganando e lesando o consumidor, cabe ao consumidor dar uma pequena lição (denuncie imediatamente ao procom e inicie um processo por propaganda enganosa, danos morais, etc).
    Esta na hora de começar a cair os poluidores de mercado especialmente os CLONE Groupon.
    Posso até ser trouxa que nem citaram anteriormente mas já cai na esfera da picaretagem e comprei uma promoção que na verdade no hotel era praticado o mesmo preço, o resultado: liguei pro meu advogado e pelo mesmo telefone obrigou o hotel a me hospedar no melhor quarto e me devolver o dinheiro integralmente! (ate que foi bom… rsrsrsrs).
    Pessoal cabe a nos consumidores selecionar os sites onde compramos, se formos colocando nosso numero de cartão de credito em qualquer site, é logico que vamos sofrer conseqüências.

    Ps: mantenham a educação e o respeito pelas pessoas que aqui expõe a educação. Mostre o seu valor.

    Abraços a todos

    Leonardo

  49. Wilson says:

    Isso é um comentário sem lógica. São pensamentos negativos sobre nosso Brasil. Se muda véio…

  50. Lucas says:

    Bom, acredito firmemente que é uma área que vão sobreviver os que segmentarem por região e buscando fidelizar os consumidores (fora os monstros… groupon, livingsocial, etc), ter um bom “pós venda”, investir em um marketing pesado. Consumidores de compras coletivas estão cada vez aumentando em relação a quantidade deles mesmos e de compras efetuadas… A bolha “pode” até estourar algum dia, mas vai dar lugar a algo mais atrativo…
    Se alguém souber de algo com descontos maiores q sites de compras coletivas me avisem ou de formas de compras inovadoras me avisem…
    Estou afim de ganhar alguns milhões!!!!

  51. marcos says:

    NÃo adianta EU POSTAR, VOCES TIRAM MEU COMENTARIO!

  52. Renilson Chagas says:

    Agora as empresas se aproveitam desta modalidade de compras coletivas, para encurtar caminho às vendas de seus produtos.
    Até aí tudo bem, mas há detalhes que passam despercebidos por nós como por exemplo capacidade de entrega,e o valor que acreditem, muitas vezes, mas muitas vezes mesmo, chega a ser muito mais caro que o normal.
    Outra coisa que passa longe aos nossos olhos, são as formas de modificar produtos para baixar o preço. Exemplo disso é que alguns celulares que custam por exemplo R$230,00, são vendidos por descontos inexpressivos e ainda assim são retirados alguns acessórios como cartão de memória de 4gb e substituídos por outro de 2. Isso acontece demais.
    O mesmo vale para pacotes de viagens, aparelhos de TV..enfim tudo mais.

    Vale a dica:
    Pesquise ao máximo e evite ilusões de promessas mirabolantes desses sites de compras coletivas e desconfiem dos preços.
    Pesquisar, pesquisar e pesquisar mais, se possível com paciênca.
    Garanto que a espera vale sempre a pena.

    Re

  53. O conceito de compras coletivas por si não vai afundar mesmo. Mas, aí concordo, esta onde de surgir tantos sites de compras coletivas do nada vai acalmar e muito. A grande maioria dos sites existentes vai ser comida pelos sites grandes como Peixe Urbano, Groupon, ClickOn e alguns outros.

  54. Sou dono de salão de beleza e fiz três vezes oferta de venda coletiva. A primeira teve muito retorno, a segunda menor e terceira menor ainda. Várias pessoas que compraram na primeira também compraram nas subsequentes mesmo eu tendo mudado de empresa de vendas para justa,ente diversificar o público. Notei que a cliente não retorna mesmo que tenha sido dispensado a ela o mesmo atendimento de uma cliente que paga preço inteiro. Ela busca preço extrememamente baixo, excelente atendimento e serviço e quando pensa em voltar dificilmente aceita pagar o preço cheio o que inviabiliza sua fidelização como é a promessa dos sites de vendas coletivas. Muitas clientes chegam a ligar perguntando se o salão não tem mais nenhuma oferta ou quando vai ter, pede para ser avisada para voltar: é bastante frustrante e por isso tenho visto o meu setor abandonar por completo as vendas coletivas, pois o resultado esperado não faz jus ao investimento.

  55. Rafael says:

    Cara o público atualmente não quer saber disso e sim se está mais barato do preço mediano, em vez de ter uma visão além do preço vendo mais barato vão querer comprar isso é fato, agora o problema é surgir vários sites pequenos desconhecidos que são mal publicados eles tem um certo risco de falência, já os maiores creio que se falirão demorará muito para isso.

  56. Mauricio says:

    Almy Fróes… Esse sistema de compra coletiva não é um mal negocio pra sociedade nao! Vejo como uma saída para economizar. No sistema monetario em que vivemos hoje, precisamos sim economizar ao maximo. É uma forma das pessoas comprarem as coisas pagando menos e assim poupando mais.
    Quando foi feito o primeiro carro ele era bem diferente do q vemos hoje. Com o tempo foi se aperfeiçoando. Temos que dar tempo e sugestões para que chegue a perfeição. Sua preocupação é q as pessoas nao sejam enganadas. Isso é nobre! Por isso comentatarios como o seu, criticando as mas ações de alguns, tem q ser apoiado no sentido de q seja aperefeiçoadas esse negocio, para que chegue proximo da perfeição.
    Esta de parabens pela coragem de dar a cara a tapa.. Mais lembre-se que quando algo for bom tem q ser estudado e criar formas pra que seja aperfeiçoado.

  57. Leonardo Kubota says:

    Almy,

    Falta de planejamento?
    Cada empresa tem uma direção diferente.

    Marca x Compra por impulso?
    Ocorre em qualquer segmento. O estado de SP, possui o maior número de shopping por m² do Brasil. Nem por isso eles vão à falência, e todos sabem que comprar em shopping é muito mais caro que comprar pela internet ou em lojas de rua, por exemplo.

    Layouts iguais?
    Assim como os sites de compra da cia B2W, Fastshop, entre outras. E nem por isso, elas vão à falência.

    Busca somente por faturamento?
    Isso deixa de ser argumento, quando você mesmo diz: “na maioria dos sites…”.

    Reclame Aqui
    Vou reclamar deste blog.

    MUITA ESPECULAÇÃO. POUCO ARGUMENTO.

  58. Paulo Messias says:

    Concordo. Comprei um tablet e me ferrei feio, custou 400 reais e disseram que ia chegar ia chegar e passaram 2 meses e nada. Enviei cerca de 36 emails para a empresa resposável, forçando a entrega do produto por direito. Depois de 3 meses e meio recebo a informação da empresa coletiva sobre a devolução do dinheiro uhauhahuuh. Fiquei só na vontade em receber meu tablet. Comprei um tabletiiii de chocolate e mandei a ver para matar a saudade. Fazer o quê né :):):)

  59. Caldeira says:

    Discordo. Principalmente sobre o ítem Layouts iguais e que “é o perfil do empreendedor digital brasileiro, um importador de receitas americanas. Apenas um copiador”. Há todo um estudo sobre navegabilidade e esse modelo já está assimilado pelos compradores (a maioria não é expert em informática) não há motivo para cada um ser totalmente diferente, dando mais trabalho ao usuário. Aliás, seu blog também não segue um modelo padrão? Seria você apenas um copiador?

  60. CARLOS S GUIMARAES says:

    De pleno acordo. Tem site demais de vendas coletivas e a maioria sem estrutura!

  61. juliano Dalbosco says:

    Estamos na era digital, mão-de-obra e qualificação escassas e todos querem ser empreendedores, ninguém quer mais trabalhar para ninguém .. Brasil sendo abraçado pelo mundo, muitas inovações, muita gente desesperada para entrar na internet, oferta demanda, atender novas necessidades de consumo e consumidores, muitos programadores e webdesigners no mercado, muitas empresas abrindo, o comercio varejista fisico em declinio pelo alto aquecimento das vendas na internet …

    Isso não termina … Só com o apocalipse …

    O que vai acontecer é o que já está acontecendo em toda internet, so os melhores vão ficar nela,qualificação, conhecimento, inteligencia estrategica , informação e muito investimento de grana ou tempo para se manter na praça … Não vai ser mercado para amadores e sim de investidores …

    Ridiculo gente que descorda daqueles que etão dedicando o seu tempo para passar informação de graça e sempre tem os tolos que não fazem nada pela internet e metem o dedo querendo fuder a idéia dos outros … Colabore com o conteúdo e não fique fudendo quem está disposto ajudar, ninguém é pago para educar filho dos outros ou é seu funcionario !!

    Ideias, sugestões e critérios cada tem o seu, respeite a do proximo e colabore com a sua, não tire o direito dos outros em ser o que são, caso contrário vai pagar as contas da pessoa que você quer mudar o conhecimento !

    Se alguém discorda tanto das idéias dos outros por que não inventou algo melhor para si em vez de encher o saco com o que você acha!!

    Vai saber o que os outros acham de você antes de achar alguma coisa da opinião dos outros … Vai achar uma correntinha no fundo do mar ..

    Vai achar tatu em buraco … Vai achar o caminhão que caiu

    Vai achar qualquer coisa, mas não ache nada na vida das pessoas, no que elas pensam, no que elas gostam,no que elas fazem ou no que elas são !!

    Vai achar a merda no fundo do esgoto …

  62. Miriam says:

    O que ocorre, e que sou comerciante, após um contato com um desses sites, eles cobram 50% do valor, então vamos a um exemplo tenho um produto que vendo á R$ 1.200,00, neste valor já tenho o custo e o meu lucro, só que o meu lucro fica para eles, e eu trabalho de graça para que eles façam a propaganda do meu estabelecimento, erradissimo trouchas são os comerciantes que não lucram nada, trabalham de graça e depois se não fizer os serviços bem feitos e de acordo não ganham clientes, balela, palhaçada, e tem mais se o clinte compra e não utiliza o dinheiro todo fica para o site, portanto um alerta aos comerciantes, não precisamos disso, possuimos a melhor ferramenta de trabalho que e o nosso proprio trabalho, boca a boca e divulgação. ABRAM OS OLHOS COMERCIANTES.

    • Angelica says:

      Sei nao hein, 50% isso eh surreal, completamente impossivel, eu pensava que fosse coisa de 10% sobre as vendas, no maximo!

  63. Jefferson Ferraz says:

    Realmente como em todos os ramos de atividade existem os bons e os ruins, os que prosperarão e os que ficarão pelo caminho. Não concordo em majorar os preços preços para que os descontos pareçam maiores que realmente são. Seu artigo possui um erro grotesco de matemática, o que mostra que você não se preocupou muito com o que estava postando. Aumentar o preço em 40% e após isso oferecer um desconto de 50% não mostra um desconto real de 10% como o seu artigo tenta levar a acreditar, mas sim um desconto real de 30%, faça as contas e olha que nem precisa de muita conta.
    Preço X + 40% = 1.4X
    1.4X – 50% = 0.7X 30% menos que o valor original, nem li o restante neste ponto já vi que não estava comprometido com a realidade dos fatos.

  64. Angelica says:

    Eu nao sou dona de nenhum site de compras coletivas, mais se for para falar de igualdade meu colega, os blogs sao todos iguais, a maioria em wordpress, ou alguma outra plataforma nesse segmento.

  65. Acho que com relação ao desconto, ele quis só dar um exemplo.

  66. Fernando says:

    Alguém sabe me dizer quanto o grupom shopping cobra de comissão em cada venda?

Quer deixar seu comentário?

What is 12 + 10 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?