Notebooks, computadores e eletrônicos refurbished valem a pena?


Entenda o que são e quando compensa ou não comprar eletrônicos com o selo refurbished

notebook 300x273 Notebooks, computadores e eletrônicos refurbished valem a pena?

Recentemente estava a procura de um notebook e pesquisando no Mercado Livre encontrei preços bem abaixo da média para o modelo que queria. Porém, ao ler a descrição, entendi o motivo: era um produto refurbished.

Mas afinal, o que significa esse termo? E por que os aparelhos com esse selo são mais baratos? Bom, vou tentar explicar de forma mais descomplicada abaixo.

Refurbished

A palavra refurbished em tradução livre significa remanufaturado. Esta palavra já é bem conhecida pelos brasileiros, principalmente por ser uma das maneiras de reutilizar cartuchos de tinta para impressora. Com os eletrônicos a remanufatura é diferenciada, não se tratando apenas de uma simples limpeza ou troca de pequenos mecanismos. Às vezes muitos componentes são trocados.

É importante salientar que nem sempre o produto remanufaturado é  um produto usado. Existem produtos classificados como refurbished que nem sequer chegaram a ser ligados. Isso porque muitos consumidores se arrependem de ter comprado algo e como muitas vezes o produto foi desembalado, as fabricantes não podem simplesmente revendê-los como novos. Isso nos EUA, onde as leis do consumidor são rígidas, bem diferentes de um certo país que a gente conhece.

Apesar disso, de modo geral, o produto remanufaturado surge a partir de algum defeito. Por exemplo: imagine que você comprou uma máquina digital e logo na primeira semana ela apresentou algum problema de software ou hardware. Evidentemente, a primeira atitude que você vai tomar é entrar em contato com a fabricante (ou a loja que vendeu o produto).

Nos casos em que o produto ainda está novo, as lojas encaminham o eletrônico para o fabricante avaliar o problema que ocorreu. Caso o defeito no produto seja mínimo – uma peça com problema ou  a firmware do aparelho apresentando erro -, a empresa responsável pelo dispositivo vai encaminhar a situação para o setor técnico, o qual vai averiguar as condições e possibilidades de reparo. É importante salientar: certas empresas colocam em contrato que os refurbisheds podem ser consertados com peças recondicionadas. Portanto, é sempre bom estar atento a todas as documentações do produto.


Outros casos da condição de refurbished são produtos que foram utilizados para demonstração em lojas, devoluções de consignação ou desistência de compra (quando se garante o uso “para testar”). Dependendo do estado em que esses equipamentos estão no momento da devolução, eles podem passar por um recondicionamento e voltar a fazer parte das prateleiras das lojas.

Estes produtos possuem algum tipo de identificação?

Como a condição do produto deveria ser informada pelo vendedor, a identificação adotada pelo fabricante normalmente é bem sutil e pode acabar passando despercebida ao consumidor, tratando-se de um número de série diferenciado do que é adotado para o produto novo. Alguns fabricantes aplicam também um código ou sigla que mostre que o produto é refurbished próximo ao seu número de série, ou algo como “RF” ou “RM” antes do número de série.

refurbished 300x216 Notebooks, computadores e eletrônicos refurbished valem a pena?

Exemplo de quando o fabricante especifica que o produto é remanufaturado

Uma maneira confiável de saber se o produto que você está adquirindo é refurbished é verificando junto ao fabricante (pela página da internet quando disponível ou serviço de atendimento ao consumidor) se o número de série dele é de um produto que se encaixa nesta condição.

Vale a pena comprar um refurbished?

Não há uma resposta conclusiva. Há casos de pessoas que compraram refurbished e usaram o produto por 4,5 anos sem problemas, e pessoas que em 2 meses já tiveram problemas.Via de regra, é tudo uma questào de custo-benefício. Às vezes um refurbished pode sair até 40% mais barato do que o produto tido como NIB (new in box ou novo na caixa). O problema é o que infelizmente acontece muito no Brasil, e é a causa de 80% das reclamações de quem comprou refurbished: o vendedor jurava de pés juntos que o produto era novo, e pior, cobrou o preço de um novo, o que às vezes chega a ser mais de duas vezes o preço de um refurbished.

Para responder esta pergunta, pese as vantagens que são oferecidas por esta compra. Verifique o prazo de garantia e desconto que serão oferecidos e procure comprar produtos de fabricantes e vendedores que sejam de sua confiança. Eu, particularmente, compraria produtos mais simples como câmeras digitais mais modestas ou um HD externo. Não me sentiria confortável em comprar um notebook top de linha ou uma tv de 40″ lcd por exemplo, ainda mais com as práticas de desrespeito ao consumidor que existem em nosso país.

E você? Já comprou refurbished? Conta sua história pra gente nos comentários!

Fonte: Tecmundo

You can leave a response, or trackback from your own site.

5 Responses to “Notebooks, computadores e eletrônicos refurbished valem a pena?”

  1. Ariosvaldo says:

    Comprei um notebook da HP (HP DV 9930) que é refurbished no ano de 2009. Não tive nenhum problema com ele. Comprei esse note pq tem placa de vídeo offboard e assim conseguiria jogar nele como no meu desktop. Se tive sorte ou não só Deus sabe, mas estou satisfeito.

  2. Marcelo says:

    Cara o nosso país realmente é foda!
    Nos estados unidos os consumidores são muito mais cientes do que estão comprando. Aqui se você der mole é capaz que o cara te empurre um produto da prateleira sem você ver.
    Já tentaram fazer isso comigo, mas aí eu falei:

    – HEY, pega um novo lá!
    Aí a mulher falou:
    – Não tem, esse é o último, senhor!
    – Então eu não compro.

    Vê se pode, ela deveria estar achando que tava desesperado ou algo do tipo. Desde então eu sempre peço um novo, e por essa razão sempre evito coisas do tipo: abre a caixa etc. Tem uns tão filhos da puta que já deixa uma caixa (que já tinha sido previamente aberta) separada que ele sempre mostra pra maioria dos clientes, quando você vai levar, ele quer te empurrar essa caixa como se tivesse acabado de abrir o produto (já que ele abriu na sua frente, ele joga com a sua vergonha de fazer ele perder um produto que só você usou). Isso acontece muito com celulares, fiquem atentos!

    Ótimo post – aqui no brasil nós não temos costume com esse termo por que nunca sabemos notar a diferença entre os novos e os remanufaturados, então os comerciantes e industriais se aproveitam, já que não tem fiscalização. Agora quando você vai fazer uma compra no exterior, como amazon.com, ou o site de qualquer grande fabricante, é muito comum ver o refurbished com o preço muito menor! Um desavisado compraria achando que era novo!

    Gostei
    abraços

  3. Super Links says:

    Muito legal esta postagem. Parabéns!

    A Internet brasileira precisa muito de conteúdos interessantes, divertidos e positivos como estes que você está criando.

    Convido você a conhecer também o novo agregador Super Links: http://www.superlinks.blog.br

    Confira o melhor conteúdo da Internet, aproveite para divulgar seus links gratuitamente sem necessidade de cadastro, sem fila de espera, tenha seus links divulgados em nosso site, Facebook e Twitter e aumente exponencialmente as visitas de seu blog.

  4. Gray says:

    Eu comprei minha máquina digital (uma DSLR, semi-profissional) refurbished nos EUA, sem problema nenhum… Foi uns U$200 a menos.

    Valeu muito a pena. Até pq a remanufatura da Nikon é feita pela própria Nikon USA, com excelentes profissionais, e não por assistência técnica.

    Aqui no Brasil confesso que fico meio receoso de comprar, pois muitas empresas fazem esse serviço com terceirizadas.

  5. Camila says:

    Comprei um HP refurbished há mais ou menos 1 ano . ( modelo dv5-2045dx )
    foi no ML e eu recebi todos os documentos e tudo que eu tinha direito, ate hoje não apresentou nenhum problema (:

Quer deixar seu comentário?

What is 5 + 4 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?