Mexicano que jogou contra o Brasil teria ligação com o narcotráfico? Saiba a verdade


A Copa do Mundo da Rússia tem sido de grande importância para alcance de diferentes recordes do futebol, como, por exemplo, a marca alcançada pelo atacante francês Kylian Mbappé, como o 2º jogador mais jovem (com apenas 19 anos) que marcou dois gols em uma mesma partida das oitavas de final, se igualando ao rei Pelé.

Mas as surpresas não param por aí, “muchacho”. Outro recorde que foi batido nesta edição da Copa do Mundo pertence a um zagueiro mexicano, que fez história ao marcar presença em sua quinta participação em copas do mundo. No entanto, esse mesmo jogador estaria envolvido com o narcotráfico e, por isso, não se ouviu falar muito dele durante o Mundial. Você sabe quem é?

Quem é o jogador mexicano envolvido com o narcotráfico?

Rafael Márquez entrou para a história ao participar de cinco edições da Copa do Mundo, o maior evento futebolístico do planeta. Entretanto, o zagueiro mexicano de 39 anos é suspeito de ser um dos laranjas do narcotráfico, no México.

Por conta disso, seu nome durante as poucas participações nas partidas do Mundial foi obstante. Inclusive, pouco se ouviu falar, mas, logo após a derrota do México contra o Brasil pelas oitavas de final do torneio, Rafael Márquez anunciou aposentadoria.

rafa marquez narcotrafico 1024x683 Mexicano que jogou contra o Brasil teria ligação com o narcotráfico? Saiba a verdade


Rafa Márquez acusado de narcotráfico

A acusação, responsável por manchar a camisa de Márquez, é oriunda do
Departamento do Tesouro dos Estados Unidos da América, que o torna suspeito de envolvimento com o crime organizado. No ano passado, a OFAC (Agência de Controle de Ativos Estrangeiros dos EUA), apontou o zagueiro como um dos testas de ferro do narcotráfico mexicano e o incluiu em uma lista com outros 21 envolvidos.

Embora esta polêmica tenha abalado todo o México, a nação continuou a apoiar o então jogador histórico.

Ao decorrer da denúncia, Rafael Márquez teve seu visto cancelado e suas contas bancárias nos Estados Unidos foram também congeladas. Além disso, Márquez teve seis, de suas oito empresas que foram ligadas ao narco, fechadas.

Imagem manchada

A conturbada participação de Rafa Márquez na Copa do Mundo deste ano será para sempre lembrada. O zagueiro mexicano, apelidado de Kaiser de Zamora – sua cidade natal – teve sua imagem desligada das patrocinadoras A Procter & Gamble e a Nike, que estavam com o craque há mais de uma década. A única que o apoiou foi a Puma.

Durante a Copa, o zagueiro não pôde participar da zona mista (onde os logotipos das marcas são vistas), nem marcar presença nas coletivas de imprensa. E não para por aí, as camisas utilizadas pelo mexicano durante os treinos e até nos jogos, eram lisas, continham apenas seu nome e o símbolo do México.

A vaga para a seleção Mexicana

Juan Carlos Osorio, técnico da seleção mexicana, viu em Rafael Márquez a imagem de uma liderança fantástica, que botaria ordem no corpo técnico do time.

O ex-jogador do barça e único mexicano a ganhar uma Champions League, Rafael Márquez foi importantíssimo durante a trajetória do México até a Copa. De acordo com Osorio, ele é o “homem que põe ordem na equipe”.

Recomendados para você:

You can leave a response, or trackback from your own site.

Quer deixar seu comentário?

What is 4 + 13 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?