Museu Nacional havia recebido verba milionária? Saiba a verdade


A Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) havia recebido verba milionária do BNDES para reformar o Museu Nacional antes do incêndio? A quantia no valor de R$ 21,7 milhões não foi usada corretamente pela UFRJ? Confira o desfecho dessa história logo abaixo.

BNDES deu R$ 21 milhões para reformar Museu Nacional?

O incêndio no Museu Nacional do Rio de Janeiro destruiu uma grande parte da história do povo brasileiro. A tragédia, que aconteceu no dia 02 de setembro, consumiu quase todo o acervo do museu e, com certeza, deixou um grande buraco na história nacional.

No entanto, pouco tempo depois da queimada, um novo estopim surgia nas redes sociais. De acordo com o viral, o Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) teria disponibilizado uma verba milionária, no valor de R$ 21,7 milhões para que o museu fosse reformado.

Essa história recebeu milhares de compartilhamentos nas redes sociais desde o dia 2 de setembro, quando foi publicada à noite. Entretanto, seria possível a UFRJ ter recebido um montante para reformar o Museu Nacional e não fez tal ato? Veja a resposta no próximo tópico.

museu nacional verba 500x308 Museu Nacional havia recebido verba milionária? Saiba a verdade

Universidade do Rio não quis reformar o Museu Nacional?

O BNDES investiu R$ 21,7 milhões na reforma do Museu Nacional do Rio de Janeiro? A Universidade Federal do estado ficou incumbida pela reforma, mas não usou o dinheiro corretamente? A resposta para as questões é não. Entenda.

Para entender o caso, basta procurar pela postagem original, que foi publicada no Facebook e partiu, olha só, de uma página de memes. A Ministério dos Memes fez a postagem no dia 2 de setembro, que incluía ainda uma matéria real da Agência Brasil, que tratava do assunto do museu (fato que deixou a história um pouco mais crível).


No entanto, os moderadores da página não se atentaram, mas a notícia era de junho de 2018, quase 3 meses antes da tragédia. Além disso, a mesma afirma que o BNDS assinou um termo que investiria os R$ 21,7 milhões, só que no futuro.

Ou seja, o BNDES não depositou uma quantia milionária na conta da UFRJ para a revitalização do prédio histórico, o Museu Nacional do RJ. A história não passa de uma fake nesws mal elaborada e alarmista.

Gráficos sobre o descaso com o Museu Nacional

Além do desfecho do caso mencionado acima, até os políticos estão compartilhando o que seria um gráfico sobre os cortes de recursos graduais à instituição, feito pelo presidente Michel Temer com a PEC do teto de gastos. Para ser mais exato, o compartilhamento veio do senador do PT Lindbergh Farias.

O gráfico publicado no Twitter oficial do senador petista foi compartilhado pela presidente do partido, Gleisi Hoffmann, bem como o comediante global Marcelo Adnet.

DmIh9HdXcAAeROH 261x310 Museu Nacional havia recebido verba milionária? Saiba a verdade

No entanto, a publicação não demonstra nenhuma fonte confiável, não menciona que a UFRJ é a administradora do museu, assim como o seu reitor é filiado ao PSOL. Ou seja, a história tem tudo para ser mais um daqueles boatos para ganhar “seguidores” nas redes sociais.

Ainda não se sabe por exato se o post feito no Twitter do senador Lindbergh Farias é de uma conta confiável. De todo modo, estamos analisando o caso.

Recomendados para você:

You can leave a response, or trackback from your own site.

Quer deixar seu comentário?

What is 5 + 7 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?