Papa enviou terço para Lula? Saiba a verdade


Nos últimos dias diversos sites compartilharam um boato dizendo que o Papa Francisco havia enviado um terço ao ex-presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, que está preso em Curitiba. A informação não é verdadeira e foi desmentida pelo Vaticano. Saiba mais sobre este caso de fake news.

Um terço realmente foi entregue

Realmente um terço vindo do Vaticano foi entregue na Polícia Federal, em Curitiba, ao ex-presidente. O artigo religioso também havia sido abençoado pelo Papa Francisco. Porém, entregar itens como este é uma ação comum e não exclusiva. Além disso, a ideia partiu do advogado argentino Juan Grabois.

A visita de Grabois ao político era particular, e nem mesmo chegou a ser concluída. O advogado disse que tentava transmitir a mensagem do Papa. Ele se identificou como fundador do movimento dos trabalhadores excluídos e ex-consultor do Pontifício Conselho Justiça e Paz.

terço 500x281 Papa enviou terço para Lula? Saiba a verdade

Assessor do PT erra

Ainda na Polícia Federal, Grabois concedeu uma entrevista coletiva, falando sobre a chateação em não conseguir ver Lula. O advogado falava em espanhol, e afirmou que o terço havia apenas sido abençoado pelo Papa Francisco. Durante a tradução simultânea, um assessor do PT repassou a fala como se o item fosse um presente do pontífice.

Como o advogado não corrigiu a informação e nem concordou com ela, muitos acreditaram ser verdade e repassaram o que ouviram. O VaticanNews chegou a publicar a informação, assim como alguns outros sites brasileiros e o próprio perfil de Lula nas redes sociais.

VaticanNews se engana

O VaticanNews é o responsável oficial pela comunicação da Santa Sé. Inicialmente o site se equivocou com a informação e acabou repassando. No dia seguinte, emitiu duas notas esclarecendo a situação e indicando que o terço não era um presente do Papa Francisco. A segunda nota não dizia que a visita de Grabois foi pessoal.


terço francisco 500x281 Papa enviou terço para Lula? Saiba a verdade

PT compartilhou a notícia falsa

O PT divulgou em suas redes sociais e sites que o advogado argentino era assessor do Papa para assuntos de Justiça e Paz. O twitter do ex-presidente publicou uma foto do presente, indicando que era do pontífice. Na sequência, a assessoria de Lula tentou se defender, dizendo que as informações equivocadas foram repassadas pelo próprio Grabois.

Os textos publicados nas redes sociais de Lula acabaram alterados. Inicialmente divulgado como “Papa Francisco envia terço a Lula” foi mudado para “abençoado pelo papa”. No site do PT a notícia também foi repassada de forma errada.

Outros desmentem

Além do Vaticano desmentir a informação, a Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) disse desconhecer o envio do rosário a Lula. Além disso, o ministro-conselheiro na Embaixada do Brasil no Vaticano, Adriano Silva Pucc também afirmou não reconhecer o envio do artigo.

Advogado não viu Lula

De acordo com Grabois, ele foi impedido de visitar Lula já que não é um sacerdote consagrado. O ex-presidente pode receber apenas “assistência social”.  “Vim com muita esperança para trazer uma mensagem ao ex-presidente Lula e lamentavelmente, de forma um tanto inexplicável para mim, os funcionários da Superintendência, por uma ordem que entendi que vinha de cima, resolveram impedir minha visita”, disse Grabois.

Recomendados para você:

You can leave a response, or trackback from your own site.

Quer deixar seu comentário?

What is 12 + 12 ?
Please leave these two fields as-is:
IMPORTANTE! Responda essa continha, senão o comentário não é registrado! É pra evitar spam, sabe como é, né?